24 de maio de 2018

REDUÇÃO DE IMPOSTOS: Maranhão cobra redução do ICMS e tributos federais: “O cidadão pagar 45% de impostos na gasolina é um absurdo”.

O senador Zé Maranhão se incorporou ao movimento que pede a redução de impostos ao Governo do Estado e também ao Governo Federal, como forma de reduzir o impacto no preço dos combustíveis e superar a atual crise que o País enfrenta. A Paraíba, como se sabe, aplica nada menos do 29% de ICMS sobre os combustíveis, o que encarece ainda mais.

Nos moldes do que já havia sugerido no Senado, na última quinta-feira, a Câmara dos Deputados aprovou projeto que isenta diesel das alíquotas do PIS e do Cofins até 31 de dezembro de 2018. 

MAL EXEMPLO: Governador rejeita reduzir ICMS para baratear combustíveis: “Me poupem, eu tenho mais o que fazer”;

O governador Ricardo Coutinho rejeitou enfaticamente os pedidos de vários segmentos da sociedade para a redução do ICMS dos combustíveis que, na Paraíba, tem uma alíquota de 29%, uma das maiores do País. O governador ainda ironizou os pedidos, afirmando: “Me poupem. Pelo amor de Deus, eu tenho mais o que fazer. O Estado não aceita pegadinhas…”

E  acrescentou, atribuindo toda a culpa da alta dos preços ao Governo Federal: “Eles querer que paralisem os programas sociais para financiar o governo Temer? Imagine se os estados agora forem financiar o consumo de gasolina? Isso não existe. A gasolina tem que estar na conta da política equivocada, liberalizante e antipopular do Governo Federal.”

HUMOR: Da saga Mad Max


PARAÍBA: MP recomenda que preços de combustíveis e botijões de gás não sofram alta sem justificativa, na PB.

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público do Estado da Paraíba (MP-Procon) expediu uma recomendação, na tarde desta quinta-feira (24), aos postos de combustíveis e revendedores de GLP (gás de cozinha), no Estado da Paraíba, em virtude dos problemas decorrentes da greve dos caminhoneiros em todo o país. O MP-Procon recomendou que os responsáveis se abstenham de praticar o aumento dos preços de combustíveis e botijões de gás, sem justificativa legal; de negar o atendimento a consumidores tendo o produto em estoque e que se abstenham também de negar a emissão de documento fiscal.

ACORDO: Governo propõe acordo para término da greve dos caminhoneiros em todo o Brasil.

Após uma reunião de mais de seis horas com representantes de entidades de caminhoneiros, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo), Eduardo Guardia (Fazenda) e Valter Casimiro (Transportes) anunciaram na noite desta quinta-feira (24) a proposta do governo de um acordo para a suspensão da paralisação da categoria, que há quatro dias provoca bloqueios de rodovias e desabastecimento em todo o país.

SE FOSSE ESSE VALOR, AI SERIA OUTRA HISTÓRIA: Petrobras reduz preço da gasolina pelo terceiro dia consecutivo.

A Petrobras anunciou, nesta quinta-feira (24), a terceira redução consecutiva do preço da gasolina. A partir desta sexta-feira (25), o litro do combustível passará a custar R$ 2,016 nas refinarias da estatal, uma queda de 0,72% em relação ao preço atual (R$ 2,0306).

Em três dias, o preço da gasolina acumula queda de 3,39%. Apesar disso, o combustível acumula alta de 12,14% em maio.

NOTA: Procon/PB emiti nota, veja o comunicado.

Em face da grave crise em que o País atravessa com relação a combustíveis o PROCON/PB vem a público informar que o órgão em conjunto com o Ministério Público, através do MP-PROCON, encontra-se  atento à questão, acompanhando e monitorando o preço nos postos do Estado da Paraíba. 

Os abusos acaso encontrados, notadamente o aumento de preços, serão rechaçados e em consequência aplicada sanção administrativa de multa.

PORTO DE CABEDELO: Governo toma a frente, reúne PM, DOCAS/PB e caminhoneiros e garante liberação de 30% da frota que transporta combustível na PB.

O governo do estado conduziu na manhã desta quinta-feira (24), uma reunião na presidência do Porto de Cabedelo, com a presença do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, a presidente da DOCAS/PB, Gilmara Temóteo e representantes dos caminhoneiros, do sindicato dos postos e do gerente executiva de controle e manutenção de veículos da Paraíba, Francisco Neuman, para discutir a liberação de parte da frota de caminhões que transportam combustíveis, na Paraíba.

ABUSO DE PODER: Juiz agride e dá voz de prisão em bloqueio de caminhoneiros na Paraíba; vídeo.

Um vídeo que circula pelas redes sociais nesta quinta-feira (24) mostra um homem, que se identifica como juiz de Sousa, agredindo um manifestante pró-caminhoneiros em greve na Paraíba. O registro foi feito em uma rodovia na altura de Marizópolis, no Sertão paraibano e mostra o abuso de poder de uma autoridade que deveria dar bom exemplo!

O agressor foi identificado como sendo o juiz Agilio Tomaz Marques, da Comarca de São João do Rio do Peixe. O magistrado começou a discussão com o homem, agrediu e deu voz de prisão, chamando policiais militares para efetuar a detenção.

O homem de 35 anos foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Sousa. A Polícia Civil disse que ele vai responder por dano.

SEM COMBUSTÍVEL: Seis empresas de ônibus cancelam viagens saindo da Rodoviária de João Pessoa.

Seis empresas de ônibus cancelaram as viagens saindo do Terminal Rodoviário Severino Camelo, em João Pessoa. No momento não estão sendo comercializadas passagens nem saindo ônibus das empresas Guanabara, Nacional de Luxo, Rota Transporte, Transnorte, Rio Tinto e Bela Vista.

De acordo com a assessoria de imprensa da Socicam, empresa que administra o Terminal Rodoviário, os ônibus pararam de circular devido à falta de combustíveis ou em razão dos protestos.

23 de maio de 2018

ITABAIANA: Prefeitura divulga atrações da emancipação política.

O município de Itabaiana, no Vale do Paraíba, comemora no dia 26 de Maio, 127 anos de emancipação política e muita história. 

Nos dias 25 e 26, às 18:00, com realização da ONG “Sociedade Amigos da Rainha do Vale do Paraíba” (Sarvap) e apoio da Prefeitura Municipal, Itabaiana sediará na praça Epitácio Pessoa, o I Festival Jazz e Blues Sivuca, com o objetivo de apresentar aos cidadãos e aos turistas, o meio ligado à cultura, música e educação, despertando, principalmente, o interesse dos jovens e dos adultos na área da profissionalização da música.

BRIGA POR COMBUSTÍVEL: Mulheres disputam gasolina 'no tapa' em cidade do interior da PB.

Uma discussão entre mulheres, em um posto de combustível na cidade de Sousa, sertão da Paraíba, terminou em agressão. O desentendimento aconteceu na tarde desta quarta-feira (23). Testemunhas disseram que uma briga por gasolina teria motivado a discussão.

Elas  tiveram que ser contidas por outros motoristas e funcionários que estavam no local. A movimentação no posto era intensa, devido a paralisação dos caminhoneiros e a possibilidade de faltar combustível na cidade.

CRISE NOS AVIÕES: Infraero emite nota nota sobre a situação do abastecimento de aeronaves nos aeroportos da Estatal.

A Infraero – Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária emitiu nota nesta quarta-feira (23) alertando para o risco de falta de Querosene para abastecer as aeronaves nos principais do Pais, em função da greve dos caminhoneiros de todo Brasil.

A Infraero está monitorando o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais e já alertou aos operadores de aeronaves que avaliem seus planejamentos de voos para que cada um possa definir sua melhor estratégia de abastecimento de acordo com o estoque disponível na origem e destino do voo.

FALTA DE COMBUSTÍVEIS: Frota de ônibus de João Pessoa deve ser reduzida em até 50% a partir de amanhã.

O diretor do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP), Isaac Júnior, informou na tarde desta quarta-feira (23) que a frota de transporte coletivo pode ser reduzida em até 50% a partir das primeiras horas desta quinta-feira (24).

De acordo com ele, as empresas não têm estoque suficiente de combustível e precisam se adequar à realidade imposta pelo movimento de caminhoneiros que interditou vários trechos das Brs da Paraíba e avenidas de João Pessoa em protesto contra o aumento do diesel.