VEJA AS NOVIDADES

25 de setembro de 2013

Cisternas começam a ser distribuídas em comunidades rurais da PB.

Paraíba começou a receber esta semana mais de seis mil cisternas de polietileno. Em comunidades rurais no município de São Sebastião de Lagoa de Roça, no Agreste do estado, foram instaladas 110 cisternas e mais de 300 famílias ainda serão contempladas. Produzidos com material mais resistente ao clima do semiárido nordestino, os reservatórios armazenam 16 mil litros de água e podem durar até 30 anos.

Os coordenadores do projeto na Paraíba estão também capacitando as famílias para o uso da água e a limpeza dos reservatórios. De acordo com o programa do Governo Federal 'Água Para Todos', pelo menos dez cidades serão beneficiadas com as novas cisternas, que guardam líquido suficiente para abastecer uma família de cinco pessoas por até nove meses.

De acordo com o gerente de operações do Governo do Estado, Jaime Silva, "a vida útil de uma cisterna de polietileno, se bem administrada pelo proprietário, é de mais de 30 anos, fazendo jus ao seu custo-benefício".

Segundo relatório da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) da Paraíba, os açudes Coremas, Mãe D'Água e Epitácio Pessoa, os três maiores do estado, estão em risco de colapso devido à diminuição constante em seus volumes de água. Juntos, eles abastecem mais de 40 municípios paraibanos.

Fonte: G1 Paraíba