VEJA AS NOVIDADES

26 de setembro de 2013

Ricardo e Ministro autorizam início do lote 2 do canal Acauã-Araçagi que passará por São José dos Ramos e Itabaiana, veja mais.

O governador Ricardo Coutinho e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, assinaram, na manhã de Ontem (25), em solenidade no Palácio da Redenção, a ordem de serviço para o início da construção do Lote II do Canal Acauã-Araçagi. Com um investimento de quase R$ 1 bilhão, esta é a segunda maior obra hídrica da região Nordeste, que vai garantir água para abastecimento e irrigação em 38 cidades do Vale do Paraíba.

O Ministério da Integração está liberando mais R$ 319.131.615,12 para a construção do sistema adutor com 41 km, dimensionados para transportar uma vazão máxima de 6,5 m³/s, desde Gurinhém até um ponto situado na bacia hidrográfica do Rio Mamanguape.

O governador Ricardo Coutinho afirmou que essa é uma obra fundamental para uma região que já foi muito próspera na agricultura e pecuária. Além do abastecimento de 38 municípios do Vale do Paraíba, vamos potencializar a irrigação de aproximadamente 15 mil hectares de áreas agricultáveis. “Vamos devolver a capacidade produtiva da região”, completou.

Ricardo agradeceu o empenho do ministro Fernando Bezerra à frente da Integração Nacional, destacando que ele foi um companheiro dos paraibanos e ficará na história do Estado por viabilizar a maior obra hídrica da Paraíba. O governador informou que as obras seguem em ritmo acelerado com o 1º lote com 35% concluídos e com as obras do 2º lote sendo iniciadas. “Neste lote 1 estão sendo gerados 1.500 empregos nos municípios e com mais esse lote estaremos gerando mais 1000 empregos, além da geração de ISS para os municípios e a movimentação do comércio. Esperamos em 2015 concluir a obra e levar água tratada e de qualidade para mais de 320 mil paraibanos”, ressaltou.

O ministro Fernando Bezerra disse que o canal Acauã-Araçagi complementa os investimentos realizados no eixo Leste da Paraíba e considerou gratificante ver que essa parceria com o governador Ricardo Coutinho tem dado bons frutos com a ampliação e melhoria da segurança hídrica do Estado. Bezerra destacou que os investimentos em infraestrutura hídrica no Estado chegam a mais de R$ 1,2 bilhão, o que dará a Paraíba a segurança hídrica necessária para enfrentar novos períodos de seca, minimizando os prejuízos econômicos e evitando o sofrimento das populações atingidas.

Fernando Bezerra enfatizou a luta constante do governador Ricardo Coutinho e do secretário João Azevedo para assegurar obras hídricas importantes dentro do PAC 1, do programa Água para Todos, além das adutoras e dos eixos Norte e Leste da Transposição do Rio São Francisco. “São investimentos que estão sendo executados e serão entregues no final de 2014 e 2015 como determina os cronogramas das obras”, afirmou.

De acordo com o secretário de Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia, João Azevedo, o trecho autorizado hoje atravessa os municípios de São José dos Ramos, Sobrado, Riachão do Poço, Sapé, Mari e Cuité de Mamanguape. Ele explicou, contudo, que sua área de influência abrange mais 16 municípios, acrescentando que algumas cidades por onde está passando o canal, como Itatuba e Mogeiro, estão sendo beneficiados com mais de R$ 1 milhão por mês em ISS, o que significa muito, já que o repasse do FPM gira em torno de 500 mil por mês. “Vamos chegar a cerca de 2500 empregos gerando renda e movimentando o comércio e o setor de serviços nos municípios”, destacou.

Etapas- O lote I, já em obras, tem 40,85 km de extensão e abrange territórios dos municípios de Itatuba, Ingá, Mogeiro, Itabaiana e São José dos Ramos. Já o lote 2 se estenderá até a região de Mari e Sapé e tem mais 41 km e o lote 3 abrange 30 km passando pelos municípios de Cuité de Mamanguape, Araçagi e Curral de Cima. A extensão total do canal é de 112,44 km.

Participaram da solenidade o vice-governador Rômulo Gouveia, o diretor geral do Dnocs, Emerson Fernandes, o arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, a deputada estadual Léa Toscano representando a Assembleia Legislativa e o prefeito de Mari, Marcos Aurélio Martins Paiva, representando os prefeitos; e o representante do consórcio responsável pela obra, Luiz Carlos Cavalcanti.

Durante a solenidade, o ministro Fernando Bezerra recebeu cópia da propositura da deputada Léa Toscano, aprovada pela Assembleia Legislativa da Paraíba, que concede ao ministro o título de Cidadão Paraibano pelas importantes obras hídricas realizadas no Estado.

Prefeitos destacam geração de empregos e receita

O prefeito de Mari, Marcos Martins, disse que a obra tem um impacto muito grande com a geração de empregos para mais de 100 cidadãos do município, na movimentação do comércio e no aumento da arrecadação do ISS quando as obras lá chegarem. “São benefícios que já impactam nos municípios e na população e esperamos que o próximo ministro da Integração dê continuidade à liberação dos recursos para que até 2015 a água chegue nas torneiras dos 38 municípios beneficiados”, ressaltou.

O prefeito George Coelho, de Sobrado, destacou que muitas pessoas do município já trabalham no 1º lote e no decorrer das obras novos empregos serão gerados com o canteiro de obras em Mari, além do aumento da arrecadação de ISS com a chegada das obras no território do município. “Como prefeito e agricultor sei da importância dessa obra na oferta de água e para o desenvolvimento da nossa agricultura, que já foi a mais forte do Estado”, enfatizou.

Fonte: Governo da Paraíba