VEJA AS NOVIDADES

18 de outubro de 2013

Malha ferroviária que cruza Itabaiana pode ser recuperada até Campina Grande.

O Superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos, Lucélio Cataxo afirmou em programa de rádio que o projeto de Veículos Leves sobre Trilhos, VLT, programado para circular na grande João Pessoa em 2014, poderá ser estendido até Campina Grande, levando passageiros nesse módulo ferroviário, dependendo da recuperação da via permanente que liga a capital da Paraíba a Campina Grande, passando por Pilar, Itabaiana, Mogeiro e Ingá.

“O Governo destinou, através do PAC da Mobilidade, cerca de R$ 69 milhões à CBTU. O sentido disso é fazer com que as pessoas deixem seu automóvel e que possam utilizar um sistema moderno, rápido, seguro e econômico”, afirmou Cartaxo, acrescentando que chega a 250 milhões o investimento total, sendo que a empresa que tem a concessão da malha ferroviária no Estado da Paraíba assinou termo de Ajustamento de Conduta com o NTT, obrigando-se a recuperar toda a via permanente, o que possibilitaria o retorno dos trens de passageiros entre João Pessoa e Campina Grande dentro dos moldes do VLT, melhorando muito a mobilidade urbana nessa região.

A chegada dos Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs) já tem data marcada; dia 28 de maio de 2014. Segundo o superintendente da CBTU, a substituição de trens por Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs) proporcionará uma série de benefícios à população e à qualidade do transporte público de João Pessoa. “No dia 28 de maio de 2014 estaremos recebendo esses VLTs que vão dar uma contribuição muito grande para a mobilidade urbana", disse.

TRANSNORDESTINA

O Governador Ricardo Coutinho disse em recente entrevista que a ferrovia precisa ser reforçada. “Nossa indignação porque a Paraíba ficou de fora da ferrovia Transnordestina, e estamos lutando para que o projeto seja refeito”, disse o Governador, que defende a interligação da Transnordestina a partir de Itabaiana, divisa com Pernambuco.

Fonte: Tribuna do Vale Online