VEJA AS NOVIDADES

25 de outubro de 2013

Relógio paroquial sonoro instalado em igreja de Pitimbu vira atração turística

O Padre Jaildo Souto instalou um moderno relógio na fachada da Igreja Senhor do Bonfim no Centro da cidade de Pitimbu (PB), adquirido através da empresa Velasi Artigos Religiosos com sede na cidade de Montes Claros (MG).

O relógio tem programação de toques para executar partes da melodia Westminster, sendo disponibilizadas em quartos de horas, meia hora e a melodia integral nas horas cheias. Reprodução do som de badaladas de sinos correspondentes à hora indicada, além de execução de melodia especial em horário programado que, no caso da Igreja de Pitimbu está programado para tocar “A Treze de Maio” durante trinta segundos, precisamente às 18:00 horas, resgatando a "hora do ângelus", atualmente esquecida por alguns.

A iniciativa do Padre Jaildo foi extremamente elogiada pelos fiéis e até por membros de outras igrejas, pois, a instalação do relógio foi precedida de autorização subscrita do professor Anibal do IPHAEP – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba, em face da Igreja Senhor do Bonfim integrar o acervo cultural e religioso legalmente tombado pelo IPAHEP.

Os sons emitidos pelo relógio paroquial estão programados para o horário compreendido entre 06h e 22 horas, respeitando a legislação específica e, a iluminação interna do relógio está programada para o período noturno.

A modernidade do relógio instalado pelo Padre Jaildo Souto na Igreja é na realidade, de utilidade pública, servindo para todos os munícipes independente do credo religioso, posto que, ateus, católicos, protestantes, dentre outros, poderão ter orientação do horário através de sons.

A louvável inciativa do Padre Jaildo Souto merece os elogios de todos os habitantes, religiosos, políticos, gestores públicos, comerciantes, turistas, dentre outros que, em virtude dos elevados custos assumidos pela igreja local, devem contribuir com ofertas espontâneas.

O relógio paroquial já está chamando atenção de turistas e visitantes que estão encantados com a sua sonorização sacra.

Fonte: Ascom