VEJA AS NOVIDADES

5 de novembro de 2013

Câncer de próstata matou 178 homens na PB este ano, diz Saúde.

Imagem Itribuna.com
O câncer de próstata já matou 178 homens somente este ano na Paraíba, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde. A campanha 'Novembro Azul' alerta para esse risco e orienta para o diagnóstico precoce. De acordo com o médico urologista Rafael Rebouças, o preconceito em torno da doença e dos exames preventivos já vem sendo desmistificado.

"A gente vem notando que aos poucos o preconceito diminui com a informação, por isso é importante mobilizar, orientar e explicar ao homem essa incidência tão grande desse câncer, que é o segundo que mais acontece no homem, mas quando diagnosticado precocemente consegue chance de cura superior a 90%", disse.

O especialista alerta que homens de 40 a 45 anos já devem fazer o exame. "É um exame tão simples, comparado ao das mulheres, que a maioria dos homens até se surpreende depois do exame do toque. Temos também o PSA, que  é o que mais dá o diagnóstico através do sangue, sendo facilmente realizado em qualquer laboratório e pode sugerir alterações típicas do câncer de próstata", afirmou o especialista.

"Engana-se o homem que acha que deve esperar sentir alguma coisa para procurar o médico, porque o câncer de próstata é silencioso e não tem sintoma nenhum. Quando tem algum sintoma significa que a doença já avançou a ponto de prejudicar muito as chances de cura", concluiu.

Campina Grande e João Pessoa fazem parte da campanha 'Novembro Azul'. Segundo as respectivas secretarias municipais de saúde, a programação é voltada não somente para a prevenção do câncer de próstata, mas também para várias outras ações para a saúde dos homens, como o combate ao tabagismo, hipertensão, diabetes, DSTs etc.

Na capital paraibana, o calendário de atividades prevê alertas voltados ao sedentarismo, hipertensão, diabetes e fumo. Segundo o secretário de saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, no próximo sábado (9) as unidades do Programa Saúde da Família (PSF) estarão abertas especialmente com objetivo de realizar consultas para o público masculino.

Fonte: G1 Paraíba