VEJA AS NOVIDADES

1 de abril de 2014

Ação da Polícia Militar desarticula esquema de tráfico de drogas na divisa da Paraíba.

Os policiais militares da 2ª Companhia Independente (Mamanguape), em conjunto com policiais militares do Rio Grande do Norte, utilizaram o WhatsApp, aplicativo de mensagens instantâneas gratuito, para desarticular um esquema de tráfico de drogas que abastecia pontos de venda na cidade de Mamanguape, localizada no Litoral Norte paraibano.


Através de um grupo criado no aplicativo, com integrantes das duas corporações, os policiais recapturaram, na noite dessa segunda-feira (31), na cidade de São José de Mipibu, no Rio Grande do Norte, os fugitivos da Cadeia Pública de Mamanguape, Jeberson Trajano da Silva, de 22 anos, que responde por tráfico de drogas e roubo, e Raimundo Alves Freitas, 23 anos,acusado de homicídio, ocultação de cadáver e estupro.
Segundo informou o capitão Alberto Filho, comandante da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar da Paraíba, a polícia chegou até eles depois da troca de informações de fotos e dados sobre os suspeitos e montou a operação para prendê-los. “Com os levantamentos que fizemos na cidade de Mamanguape, mantivemos contato pelo grupo (do aplicativo WhatsApp) com os policiais do Rio Grande do Norte, que localizaram a casa e, em conjunto, realizamos a operação que resultou na prisão dos dois”, disse o capitão.

Alberto Filho informou que, com a dupla, ainda foram presas duas mulheres, Rafaeli da Silva Trindade (39 anos) e Gildésia Campelo da Silva (18), e apreendido um adolescente de 17. Com eles foram encontradas 200 pedras de crack, uma pedra grande da mesma droga e 40 papelotes de maconha. O restante da droga, ainda de acordo com o capitão, tinha sido distribuído no fim de semana.

No decorrer das buscas, na mesma cidade, os integrantes das duas polícias ainda prenderam Lindomar Ferreira Sales, de 41 anos, que tinha mandado de prisão em aberto por roubo e tráfico de drogas. Ele não tinha ligação com o grupo e foi encontrado com um revólver calibre 38.

Os presos e apreendidos na operação foram autuados na delegacia da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, na cidade de Natal. Em seguida, os policiais paraibanos juntamente com integrantes da Cadeia Pública de Mamanguape trouxeram os dois fugitivos para a unidade prisional. Eles tinham fugido em setembro de 2013 da cadeia da cidade.

Fonte: PbAgora