VEJA AS NOVIDADES

24 de maio de 2014

Terceira Jornada de Inclusão Produtiva, realizada em Salgado de São Félix.


A realização da Terceira Jornada de Inclusão Produtiva em Salgado de São Félix, no Vale do Paraíba, na

manhã desta sexta-feira (23), se constituiu num evento em que o Governo do Estado, por meio da Emater Paraíba, e prefeituras formalizaram parcerias que garantem ampliar e melhorar o assessoramento aos agricultores familiares de 12 municípios.
Durante o evento foram assinados termos de cooperação técnica entre a Emater Paraíba e as prefeituras de Salgado de São Felix, Ingá, Gurinhém, Itatuba e São José dos Ramos, cujos prefeitos estavam presentes. 

O prefeito de Ingá, Manuel Batista Chaves (Manoel da Lenha), assinou doação à Emater Paraíba de prédio pertencente à Prefeitura municipal onde funciona a Unidade Operativa Local da empresa estadual de extensão rural. Durante o evento foi inaugurada a reforma do prédio da Unidade Operativa da Emater em Salgado de São Félix, feita pela prefeitura municipal. 

 Durante o evento, foram entregues 10 mil alevinos pela Empasa para povoamento de dois açudes comunitários, sendo um na comunidade Caipora e outra no Assentamento Fazenda Campos. O professor Roberto Oliveira, do Instituto Federal da Paraíba, entregou certificados de conclusão do Curso de Topografia a Joselito Marques, representando os 17 alunos concluintes. 

Já o prefeito Adaurio Almeida entregou o certificado do curso de Informática para 30 estudantes filhos de agricultores moradores em Salgado de São Félix, recebido pelo aluno Adnaldo Cabral. O Banco do Nordeste e o Agroamigo prestaram informações aos clientes e, no evento, também houve a distribuição de mudas frutíferas, apresentação das tecnologias de convivência com o Semiárido. Agricultores e parceiros estiveram presentes ao evento, que contou com estandes de artesanato, de apicultura, de piscicultura, de blocos multinutricionais, feira agropecuária e emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), elaboração de propostas do Programa Tarifa Verde, renegociação de dívidas rurais, entre outras ações, conduzidas pelos técnicos da Emater Paraíba e das demais vinculadas da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) e contou também com a presença do Cooperar. Na ocasião, serão formalizadas as contratações de projetos de crédito elaborados pela Emater Paraíba junto ao Banco do Brasil, no valor de R$ 480.524,00 e com o Banco do Nordeste, com recursos da ordem de R$ 370.466,00. 

Já com o Agroamigo, as contratações a serem efetuadas somam um montante de R$ 518.251,00. Ao todo, na região, o Governo do Estado, por meio da Emater Paraíba, fez circular recursos da ordem de R$ 3.159.561,00. Segundo o presidente da Emater Paraíba, Geovanni Medeiros, na abrangência dos 12 municípios, foram atendidos sete mil agricultores familiares ao ano, beneficiados com o Garantia Safra, mais quatro mil com o Bolsa Estiagem, e mais 600 receberam DAPs para o Programa Nacional de Habitação Rural. Na região foram distribuídas 31 toneladas de sementes de milho e feijão, e 900 agricultores familiares beneficiados com Programa Palma Resistente e 800 mudas de frutíferas doadas para agricultores familiares. Os técnicos fizeram o cadastro de dois mil cadastros de agricultores para participar do Programa de Ração Animal da Canab e da Empasa. Foram construídas 80 barragens subterrâneas. 

O prefeito Adaurio Almeida informou que 70% da população do município de Salgado de São Félix vivem na zona rural e que, sem a parceria com a Emater Paraíba, ficaria extremamente difícil atender a todas essas famílias. O prefeito de Ingá, Manuel da Lenha, também enalteceu o trabalho dos extensionistas que, com a coordenação de Paulo Emilio, têm dado importante contribuição para o fortalecimento da agricultura familiar em seu município, assim como em toda a região. 

O agricultor Severino Izidro, presidente do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável de Itabaiana, disse que a Emater Paraíba tem um trabalho brilhante na região. “Eu acompanho o trabalho no dia a dia dos extensionistas desde a fundação desta empresa e eles têm uma grande sensibilidade voltada para o agricultor”, comentou. Já a agricultora Flávia Maria da Silva, presidenta do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável de Pilar, que na Jornada falou em nome dos demais agricultores familiares, destacou o papel da Emater na vida das famílias, sem a qual não seria possível cultivar a terra e plantar suas lavouras. “Às vezes temos dúvidas na hora de fazer o plantio, então são os técnicos que estão juntos para nos orientar e fazer com que possamos cultivar melhor”, disse. 

Também estiveram presentes aos eventos, entre outros, o secretário executivo da Agricultura Familiar José Gonçalves, o presidente do Cooperar, Roberto Vital, o pesquisador da Embrapa Marenilson Batista, os prefeitos Eduardo Caxias, de São José dos Ramos; Antonio Carlos, de Itabaiana, Airon Renê Martins, de Itatuba; Tarcisio Paiva, de Gurinhém, além de vereadores e lideranças comunitárias.

Fonte: Blog Itabaiana Hoje