VEJA AS NOVIDADES

11 de junho de 2014

“Estou pronto para marcar gols”, diz Neymar em coletiva com Felipão.


Sabe aquele casal que mostra cumplicidade apenas com um gesto ou olhar? A um dia da estreia na Copa do Mundo, contra a Croácia, na Arena Corinthians, às 17h (de Brasília), o craque e o comandante da seleção brasileira mostraram uma sintonia admirável. Foi assim durante os 30 minutos da entrevista coletiva desta quarta-feira, no estádio paulista, na primeira vez que Neymarconversou com jornalistas desde a reunião dos jogadores, há 17 dias. Ao lado do treinador Luiz Felipe Scolari, mostrou entrosamento a tal ponto que os dois afirmaram praticamente juntos que está "tudo pronto" para o início da caminhada do Brasil rumo ao hexa.


- Chegou a hora. Chegou o momento que todos os brasileiros e o mundo esperavam. E, principalmente, nós jogadores e comissão técnica. Espero que o dia de hoje passe rápido. Estou ansioso, mas ao mesmo tempo a minha felicidade é muito grande. Muitos queriam estar aqui. Recebo mensagens dos meus amigos que estou realizando o meu sonho e o deles. Espero que possa ajudar minha equipe da melhor forma possível e realizar o sonho de todos, que é o titulo.

A descontração deu o tom de todo o resto da entrevista coletiva. Até que em determinado momento um jornalista pediu para que Neymar fizesse uma pergunta para Felipão e vice-versa. O craque, então, fez uma brincadeira.

- Professor, eu vou começar jogando amanhã? Posso dormir tranquilo?

Felipão abriu um largo sorriso e preferiu não fazer a sua pergunta. Preferiu confirmar logo o camisa 10 entre os titulares na estreia contra os croatas.

- Pode dormir tranquilo – disse Felipão.

Questionado se estaria pronto para ser o craque da Copa, Neymar preferiu valorizar o grupo e falar que é apenas mais uma engrenagem no time de Felipão.

- Estou preparado para ajudar meus companheiros. Não jogo sozinho. São 11 jogadores dentro de campo, fora os demais. Todo mundo sabe do seu papel, o que tem que fazer em campo. Se for assim, nosso time pode ir muito longe.

A última vez que um camisa 10 do Brasil balançou a rede numa Copa do Mundo foi em 2002, e justamente sob o comando de Felipão. Nas quartas de final, contra a Inglaterra, Rivaldo fez o segundo da Seleção e garantiu a classificação da equipe canarinho para as semifinais do torneio.

- Estou pronto. Pronto para marcar os gols.

Fonte: Globo Esporte