VEJA AS NOVIDADES

26 de junho de 2014

Fifa abre processo disciplinar e Suárez tem prazo para defesa após mordida.

A Fifa confirmou em comunicado no início desta quarta-feira que abriu processo disciplinar contra Luis Suárez, pela mordida que o atacante do Uruguai aplicou no zagueiro da Itália Chiellini, na vitória celeste por 1 a 0 nesta terça, em Natal, que garantiu o time de Óscar Tabárez nas oitavas da Copa do Mundo.

De acordo com a entidade, o jogador e a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) têm até as 17h desta quarta para se defender, apresentado sua "posição e provas documentais".
O camisa 9, segundo a Fifa, "aparentemente" violou artigos 48 e 57 do Código Disciplinar da Fifa, referentes à má conduta e violência.

A entidade ratifica que é possível apresentar sanções a um jogador, mesmo que esse não tenha sido punido pelo árbitro. Caso de Suárez, que passou ileso no momento da partida. Marcado pelo camisa 3 da Azzurra, o uruguaio não hesitou em dar uma mordida no ombro do zagueiro. Ambos caíram no gramado, mas o italiano se revoltou com a atitude do rival.

Enquanto Suárez reclamava de dores na cabeça, Chiellini mostrava as marcas deixadas pelo atacante uruguaio. O árbitro da partida, o mexicano Marco Rodríguez, nada marcou no lance. Na sequência, Ramírez cobrou o escanteio que originou o gol marcado por Godín.

- O Suárez me mordeu, como já tinha feito antes. Vamos ver se a Fifa terá coragem de fazer alguma coisa, ao contrário do árbitro na hora - declarou o zagueiro.

- São coisas do jogo, não houve nada. Também fiquei com o olho machucado. Somos todos jogadores de futebol - devolveu Suárez, alegando que também fora golpeado.

Suárez já mordeu outros dois

Não é a primeira vez que Suárez se inspira em Mike Tyson - que ficou marcado pela mordida em Hollyfield - para provocar um adversário. Ainda pelo Ajax, o atacante Bakkal, à época no PSV, foi a vítima do uruguaio, em uma partida disputada em novembro de 2010.

O zagueiro sérvio Ivanovic, do Chelsea, havia sido o alvo mais recente do atacante. No ano passado, em um clássico com o Liverpool, o jogador foi mordido por Suárez em uma partida pelo Campeonato Inglês.

Se os jornais da Europa, sobretudo os ingleses, costumam ser bastante ácidos com Luis Suárez, a mordida do atacante sobre Chiellini nesta terça-feira rendeu um prato cheio. O camisa 9 da Celeste chegou a ser chamado de "monstro" e alguns veículos já especulam a possibilidade de ele ser completamente banido do Mundial no Brasil.

Fonte: Globo Esporte