VEJA AS NOVIDADES

20 de junho de 2014

Maranhão cobra definição do PT sobre aliança proporcional.

O presidente estadual do PMDB e principal estrela da legenda na Paraíba, o ex-governador José Maranhão voltou a cobrar uma definição do Partido dos Trabalhadores sobre a coligação também na aliança proporcional e não apenas na majoritária.

O mestre de obras deu um verdadeiro ultimato e pediu para que a corda não se esticasse ainda mais. Maranhão prega a composição entre as duas siglas e apela para que a definição não seja postergada para as convenções estaduais.

“Ponderamos apenas aos nossos aliados do PT que encontrem uma solução rápida e não postergue o imbróglio até o dia da convenção. Queremos que haja uma aliança não só na majoritária, mas também na proporcional”, disse José Maranhão.

Para o pré-candidato do PMDB, Veneziano Vital a união nas duas esferas na proporcional facilitaria a chega do PSC ao bloco peemedebista e ensejaria em um ganho para as três legendas, tanto na chapa majoritária quanto para a proporcional. “Seria bom para todos, pois todos nós sairíamos ganhando”, falou.

Nesta sexta-feira (20) o deputado frei Anastácio (PT) foi o primeiro a ceder e já admite uma composição na proporcional com o PMDB, tendo em vista a decisão do STF, que manteve o número de cadeiras na Câmara e nas Assembleias.

Fonte: PB Agora