VEJA AS NOVIDADES

19 de junho de 2014

PM usa bombas de gás contra manifestantes; grupo depreda lojas e bancos.

Ao menos quatro agências bancárias e duas concessionárias foram depredadas na noite desta quinta-feira (19) durante um protesto organizado pelo MPL (Movimento Passe Livre) em São Paulo. Policiais militares usaram bombas de gás contra o grupo.

O protesto reuniu cerca de 1.300 pessoas, segundo estimativa da PM.

Entre os manifestantes estavam mascarados e índios com rostos pintados e munidos de arcos e flechas, que pediam a demarcação de terras indígenas.

O grupo se reuniu por volta das 15h na praça do Ciclista, na avenida Paulista, e seguiu em passeata pela avenida Rebouças até a marginal Pinheiros. No local, foram queimadas catracas de papelão.

Já com a saída dos membros do MPL, "black blocs" começaram a quebrar concessionárias e seguiram por ruas da região quebrando lixeiras e placas. Manifestantes chegaram a usar rojões contra os PMs, que apareceram apenas no final do ato.

O ato celebra o aniversário da revogação do aumento da passagem, ocorrido após as manifestações de junho de 2013. Os manifestantes também defendem o fim da tarifa no transporte público e a readmissão dos 42 metroviários demitidos em meio à greve da categoria.

Fonte: Folha de São Paulo