VEJA AS NOVIDADES

13 de julho de 2014

Messi se diz decepcionado com vice e ignora prêmio de melhor da Copa.

A desilusão estava estampada no rosto de Lionel Messi após a derrota da Argentina para a Alemanha, por 1 a 0, na prorrogação. Abalado, o eleito melhor jogador da Copa do Mundo se disse decepcionado com o vice.

"Foi uma decepção grande porque queríamos levar a Copa para casa. Merecíamos mais. Queríamos a copa, pensamos que era o momento, estávamos muito bem", disse em entrevista exibida pela Bandeirantes.

Assim como o técnico Alejandro Sabella, Messi também lamentou as chances desperdiçadas ao longo da partida e disse que se a Argentina tivesse marcado um gol antes, tudo seria diferente.

"Jogamos contra uma grande seleção, que possui grandes jogadores. Se fizéssemos um gol, mudaria tudo", analisou.

Questionado sobre o prêmio de melhor da Copa, Messi preferiu não se prolongar na resposta e se limitou a dizer que não vale nada ser eleito o craque do Mundial sem ganhar o título.

"Não tem importância ser o melhor jogador sem ganhar a Copa. Não queria o prêmio pessoal, queria o título. Merecíamos mais, mas não tivemos sorte. Foi amargo. Tivemos chances, eu e o Pipita (Higuaín)", afirmou.

A decepção estava tão visível que Messi evitou fazer qualquer previsão sobre o futuro da seleção argentina. No entanto, ele disse que todos devem voltar para casa de cabeça erguida.

"Como já falei, o jogo acabou há pouco tempo e depois da decisão a tristeza é grande, mas temos que ir pra casa com a cabeça erguida. A argentina ficou muito tempo sem chegar até a final e agora temos que voltar de cabeça erguida", analisou.

Fonte: Uol.com