VEJA AS NOVIDADES

28 de agosto de 2014

Paraíba já registra 80 ataques a agências bancárias somente este ano.

Os ataques a bancos e caixas eletrônicos tem produzido uma estatística alarmante na Paraíba. O Estado é um dos campeões do país neste tipo de crime que tem quebrado a tranquilidade dos pequenos municípios e aterrorizado a população.

Este ano, entre janeiro e agosto, a Paraíba já registrou nada menos do que 80 ocorrências, segundo levantamento realizado pelo Sindicato dos Bancários.
O crescimento da onda de explosões a bancos, tem preocupado os bancários que neste dia celebram o seu dia.

Somente neste mês de agosto, foram registrados oito casos de ataques a agências bancárias. O último deles aconteceu na madrugada desta quarta-feira (dia 27), em Belém do Brejo do Cruz. Os bandidos chegaram a acionar explosivos junto aos caixas eletrônicos, mas não conseguiram levar o dinheiro, segundo informes da polícia local. Logo após o arrombamento, eles fugiram num veículo, que teriam inclusive abandonado depois.

Na madrugada de ontem (dia 26), quatro homens fortemente armados já haviam explodido o caixa eletrônico do Bradesco, em Igaracy. Eles levaram todo o dinheiro disponível no caixa. Com a explosão, a agência ficou parcialmente destruída. A ação ousada dos criminosos deixou a população em pânico. O destacamento local, com apenas dois homens, não pode reagir ao roubo.De acordo com os dados do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários da Paraíba, esta foi a 35ª explosão em banco em 2014, sendo o 80º registro de violência contra estabelecimetos deste tipo.

As táticas são quase as mesmas. Em quase todos os casos, as quadrilhas especializadas invadem as cidades durante a madrugada, explodem o banco e depois fogem atirando para o alto. Em algumas ocorrências, os bandidos abusaram da ousadia, chegando a efetuar disparos contra prédios de delegacia e até viaturas.

A Paraíba tem se apresentado com o um dos Estados onde mais se registram assaltos a bancos. Em 2011, foram registradas 62 ocorrências. No ano seguinte, em 2012, foram 63. Mas, no ano passado, em 2013, foram 129 registros. Nos primeiros oito meses de 2014, o número foi a 80 registros de ocorrências.

A explosão de um caixa eletrônico do Bradesco, no PAB de Igaracy, no Sertão Paraibano, na madrugada desta terça-feira, foi o sétimo crime contra bancos na Paraíba em agosto. No ano são 80 ocorrências, sendo: 35 explosões (26 no Bradesco, 7 no Banco do Brasil, 2 na Caixa e 1 no Santander), 11 assaltos (5 no Bradesco, 3 no Banco do Brasil e 3 no Itaú), 20 arrombamentos (3 na Caixa, 4 no Banco do Brasil, 3 no Santander, 6 no Itaú, 2 no Bradesco e 2 no HSBC), 7 tentativas de arrombamento/explosão/assalto (3 no Banco do Brasil, 1 no Santander e 3 no Bradesco), 6 Saidinhas/Entradinhas de banco (1 no Santander, 1 no Bradesco, 2 no Banco do Brasil, 1 na Caixa e 1 no Itaú).
 

Fonte: PBAgora