VEJA AS NOVIDADES

8 de setembro de 2014

Equipe de Aécio diz que não vale a pena investir na região Nordeste.

Foto viumundo
A campanha de Aécio Neves (PSDB) reconhece que um de seus maiores erros foi descuidar de Minas Gerais. Ele contava com uma vitória histórica em seu Estado, mas desabou para o terceiro lugar, com apenas 22% no Datafolha.

“Nós relaxamos. Achamos que ele venceria por gravidade, pela força da natureza”, admite o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG). Já de olho no pós-2014, o candidato pediu esforço máximo para evitar que um fiasco em casa comprometa suas ambições futuras.

Pesquisas encomendadas pelo PSDB detectavam a queda em Minas desde que Marina Silva (PSB) entrou na disputa. Mas ninguém esperava que Aécio caísse para o terceiro lugar.
O comitê tucano vai concentrar a distribuição de material no Centro-Sul. Além de Minas, os principais focos serão São Paulo e Paraná, dois Estados governados pelo PSDB.

Aecistas acreditam que seria inútil tentar investir no Nordeste. Dizem que “ninguém vai perder tempo” para reerguer o presidenciável em Estados como Pernambuco, onde ele encolheu para míseros 2%.

Fonte: Folha de São Paulo