VEJA AS NOVIDADES

20 de setembro de 2014

Movimento LGBT faz protesto na capital.

Representantes do movimento lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros (LGBT) realizarão um ato público hoje, às 16h, no Busto de Tamandaré, orla de João Pessoa, para chamar a atenção sobre o assassinato de homossexuais no país e na Paraíba. Durante o protesto, será lembrada a morte do estudante Wanderson Silva, de 17 anos, assassinado a tiros na última quarta-feira, em Bayeux, Região Metropolitana da capital.

O titular da Delegacia de Homicídios da capital, Bruno Germano, informou que as investigações para apurar o assassinato do adolescente foram iniciadas e não está descartada a hipótese de crime homofóbico.

O representante do Movimento Espírito Lilás (Mel) da capital, Renan Palmeira, lembrou que a morte do adolescente foi o terceiro crime cuja vítima era homossexual registrado este ano em Bayeux.

O militante explicou que o ato público, organizado pelas redes sociais, deve acontecer em várias cidades do país. Também será em memória de João Antônio Donati, de 18 anos, morto no último dia 11, em Inhumas (GO).

“O homicídio por homofobia é um crime de ódio, onde o agressor quer destruir a identidade da vítima. Queremos chamar a atenção das autoridades para esse tipo de violência que acontece no nosso cotidiano e também pedir a criminalização da prática homofóbica”, reforçou Renan Palmeira.

Fonte: Jornal da Paraíba