VEJA AS NOVIDADES

14 de setembro de 2014

Vinda de Marina e discurso de Ricardo Coutinho contra Dilma pode prejudicar aliança do PSB com PT na Paraíba.

A vinda da presidenciável Marina Silva (PSB) teve uma conotação política, já que era uma aparição de campanha e seu apoiador na Paraíba, o candidato pelo PSB à reeleição para Governador, Ricardo Coutinho (PSB) não pode ficar neutro, apesar de ter aliança na chapa majoritária com o candidato ao Senado, Lucélio Cartaxo (PT).

Ricardo foi convidado a falar durante comício em Campina Grande e criticou várias políticas adotadas pelo atual governo da presidente Dilma Roussef (PT) e defendeu Marina de vários ataques que vem recebendo da campanha petista. 

“Eu lembro muito bem que na época do ex-presidente Lula, eu me lembro muito bem, que vieram com história do medo, e hoje eles (os petistas) que sofreram do mesmo mal, queiram colocar para Marina o mesmo medo”, disse Ricardo.

Logo em seguida, Ricardo criticou a atual situação do Brasil. “O Brasil não tem medo. O Brasil tem medo é da situação em que se encontra, o Brasil tem medo é de crescer a 0,9 % ao ano do PIB (Produto Interno Bruto), o Brasil tem medo é do desemprego, o Brasil tem medo é do retorno da inflação”, disse o candidato do PSB”.

A constatação levantada  por Ricardo, baseada em dados públicos e de um passado não muito distante de campanhas, não repercutiu bem diante de alguns petistas que já começaram a procurar outro candidato a governador para apoiar.

Antes da campanha alguns petistas, como o candidato à reeleição como deputado estadual Frei Anastácio (PT) já tinha deixado claro que não iria apoiar o candidato socialista e outros, depois do ocorrido de ontem, engrossam o coro.

O petista Anselmo Castilho publicou em seu facebook, neste domingo (14), um texto em que deixa claro sua posição política a partir de agora, após as críticas de Ricardo Coutinho.Resta saber as cenas dos próximos capítulos.

Fonte: Pb Agora