VEJA AS NOVIDADES

21 de outubro de 2014

Datafolha: crescimento no Sudeste impulsiona intenção de voto em Dilma.

O crescimento no Sudeste, região onde tem concentrado a campanha, impulsiona as intenções de voto na presidente Dilma Rousseff (PT) na disputa com Aécio Neves no segundo turno, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada na segunda-feira. Apesar de continuar atrás do tucano, a petista cresceu cinco pontos na região em relação ao levantamento anterior realizado nos 14 e 15 de outubro. Dilma passou de 35% para 40% das intenções de voto na região mais populosa do país, enquanto Aécio oscilou de 50% para 49%.
No total do país, a candidata do PT avançou de 43% para 46% e Aécio oscilou de 45% para 43%. Se considerados apenas os votos válidos, a vantagem da petista é de 52% a 48%, no limite da margem de erro do levantamento que é de dois pontos para mais ou para menos.

Dilma também cresceu no Nordeste, no Centro-Oeste e Norte. No Sul, ela oscilou negativamente um ponto, de 34% para 33%. É nessa região que Aécio possui a sua maior vantagem sobre a adversária, apesar de ter reduzido a sua intenção de voto de 53% para 51%. No Nordeste, a petista cresceu três pontos a agora tem 64%, contra 27% do tucano (que tinha 29% na pesquisa anterior). Já no Centro-Oeste, Dilma foi de 33% para 39% e Aécio caiu de 57% para 48%. No Norte, a candidata do PT avançou de 51% para 55% e o candidato do PSDB oscilou de 40% para 39%.

Na divisão por renda, o Datafolha registrou uma aproximação entre os dois candidatos na faixa dos que têm renda familiar entre dois e cinco salários mínimos. A vantagem de Aécio nesse grupo, que era de 11 pontos na pesquisa anterior, caiu para apenas três agora. O tucano tinha 50% das intenções de voto e passou para 46% e Dilma foi de 39% para 43%.

Nos demais faixas de renda, houve apenas variações de intenção de voto dentro da margem de erro. A petista lidera apenas no grupo dos que recebem até dois salários mínimos, com vantagem de 55% a 34%. No levantamento anterior, a diferença era de 53% a 35%. Entre os ganham entre cinco e dez salários mínimos, a tucano lidera por 57% a 33%. Já entre os que possuem renda acima de dez salários mínimos, o candidato do PSDB tem 65% contra 29%.

O Datafolha mostrou ainda que Dilma passou a liderar entre as mulheres. A campanha petista vem acusando Aécio de desrespeitar as mulheres por, nos debates, dizer que a adversária mente e é leviana. A candidata do PT passou de 42% para 46% entre as eleitoras do sexo feminino. Aécio caiu de 44% para 41%. A pesquisa indica também que caiu a vantagem de Aécio entre os homens. A sua intenção de voto entre os eleitores do sexto masculino oscilou de 48% para 46%. Já a petista foi de 42% para 45%.

O levantamento também perguntou aos eleitores quem foi melhor no debate da TV Record, realizado na noite de domingo. Mais da metade dos entrevistados (56%) não souberam informar. Já para 22% Aécio venceu o confronto. Outro 16% disseram que a vitoriosa foi de Dilma.


Fonte: MSN