VEJA AS NOVIDADES

18 de novembro de 2014

Dunga analisa início de trabalho e elogia Firmino: “Tem cheiro de gol”.

Após o triunfo por 2 a 1 sobre a Áustria, nesta terça-feira, em Viena, o técnico Dunga fez uma análise da seleção brasileira após o seu retorno, logo após a Copa do Mundo. Na opinião do treinador, os jogadores entenderam a maneira de trabalhar da nova comissão técnica e deram uma resposta rápida nos primeiros jogos sob o seu comando. Foram seis vitórias em seis partidas.


- Os resultados já demonstram todo o trabalho realizado até esse momento. Talvez tenha escapado por uns detalhes. Todas as equipes com que o Brasil jogou, elas perderam apenas para o Brasil. Foram jogos difíceis, mas o mais importante é que os jogadores entenderam a nossa forma de trabalhar. Importante a motivação e a vontade de estar na Seleção. Cada um fazendo o melhor trabalho dentro da Seleção, contribuindo da melhor forma. Quando retomarmos em março, nós vamos tentar seguir esse caminho.

O treinador também falou do desempenho de Roberto Firmino e de como o jogador tem o costume de marcar gols em seu clube, o Hoffenheim.

- Sem dúvida. Como eu falei antes do jogo, os meus problemas aumentaram, mas é bom ter um leque maior de jogadores. A cada dia, a cada treino, eu tenho um problema bom. Tenho mais opções e isso não é um problema ruim. Quando eu chamei o Firmino, eu disse que ele tinha cheiro de gol. Que ele fazia gols como poucos. Depende dos jogadores colocar isso dentro da seleção brasileira.

Dunga falou também da mescla que fez na Seleção ao chamar jogadores que estiveram na Copa e outros mais jovens.

- Sem dúvida, a forma como trabalhamos em passar confiança para quem esteve na Copa. E também trazer outros que não estiverem. Trouxemos sangue novo, motivação. Cada um está buscando o seu espaço, respeitando o outro. O critério, a meritocracia, a competência por qualidade de quem está no melhor momento para jogar. Isso eu também acho que ajudou bastante.

EVOLUÇÃO

Melhoramos a cada dia. Sou melhor do que ontem. Temos que aprimorar a cada dia, aprender com outras pessoas. Além de aprender, você precisa colocar em prática. Mas isso nem todo mundo consegue. A minha vida foi futebol desde os 14 anos. Desde os 16, eu estou na Seleção. Via os jogos, via o que está acontecendo. Nós vivemos de informação e quanto mais colocamos isso em prática, mais nós vamos crescendo.
ÁUSTRIA

É uma equipe que está em competição. Muito competitiva, jogadores de qualidade. A Áustria jogou melhor hoje do que contra a Rússia.
MIRANDA

O Miranda teve uma lesão durante o jogo. Tivemos que trocar e a gravidade da lesão nós saberemos depois dos exames. Parece não ser nada grave. 

Fonte: Globo Esporte