VEJA AS NOVIDADES

28 de dezembro de 2014

Mau tempo dificulta buscas por avião que desapareceu após decolar da Indonésia.


Um avião da AirAsia que viajava da Indonésia para Singapura levando 162 pessoas perdeu o contato

com o controle de tráfico aéreo. Segundo a Marinha da Indonésia, ao menos dois aviões militares estão fazendo buscas na região do mar de Java, onde a aeronave desapareceu.

Vôo QZ8501 parou de fazer contato com a torre de controle às 7h24 do domingo 28 de dezembro (21h24 de sábado 27 de dezembro em Brasília).
Contudo, o mau tempo tem dificultado as operações de busca, realizadas em uma área de quase 200 quilômetros quadrados.
A visibilidade no local, sergundo a Marinha, varia entre dois e 5 quilômetros.

O vôo QZ8501 parou de fazer contato com a torre de controle às 7h24 deste domingo (21h24 de sábado em Brasília), segundo informou a AirAsia por meio do Twitter.

A AirAsia é baseada na Malásia, o mesmo país da Malaysia Airlines, que protagonizou dois desastres aéresos neste ano – com os vôos MH370 e MH17. Até então, a AirAsia não havia perdido nenhum avião.

O vôo MH 370 desapareceu quando percorria o trecho entre Kuala Lumpur e Pequim em março. As 239 pessoas abordo e a aeronave nunca foram controntradas. O MH17 foi abatido por um míssil sobre a Ucrânia em julho, matando as 298 pessoas que estavam a bordo.

O vôo da Air Asia deveria ter chegado em Singapura às 8h30 (22h30 de Brasília).

O jato perdido pediu para fazer um desvio de curso devido a condições climáticas ruins, segundo a companhia.

A empresa disse ainda que o avião transportava 155 passageiros, sendo 138 adultos, 16 crianças e um bebê. Também estavam a bordo dois pilotos e cinco tripulantes.



Passageiros

A maioria dos passageiros são cidadãos da Indonésia. Segundo a AirAsia, também havia três pessoas da Coreia do Sul, uma da França, uma da Malasia e uma de Singapura. Contudo, o governo da Grã-Bretanha disse que um britânico estaria no avião.


Autoridades do Ministério dos Transportes afirmaram à imprensa local que o avião perdeu o contato sobre o mar de Java, entre as ilhas de Kalimantan e Java.

Segundo um assessor do ministro Hadi Mustofa, o piloto pediu permissão para usar uma rota pouco usual pouco antes de perder o contato. Também disse que o tempo no local estava nublado.

Fonte: Ig