VEJA AS NOVIDADES

2 de fevereiro de 2015

'Não há recursos para tudo', diz Ricardo em mensagem na ALPB.

O governador Ricardo Coutinho (PSB) participou, nesta segunda-feira (2) da última sessão preparatória do início da legislatura da Assembleia Legislativa.

Em mensagem lida aos deputados estaduais, Ricardo fez um breve balanço das ações do seu primeiro mandato e destacou algumas obras que devem ser entregues nos próximos meses.
A redução dos gastos, que tem sido a tônica do começo do novo governo do socialista, também esteve presente no discurso do governador. Segundo ele, os ajustes nas finanças são necessários porque 2015 será um ano de crise.

“Cada desejo, cada vontade, cada demanda setorizada, no entanto, devem estar em sintonia com as possibilidades objetivas do Estado. Não há recursos para tudo, principalmente em um ano que se prenuncia economicamente sombrio. O cobertor é curto e teremos que nos ajustar”, afirmou o governador.

Ricardo ressaltou que a adoção de medidas de proteção às receitas do Estado são necessárias e que é preciso gastar menos e melhor. “ Não há mágica, nem varinha de condão quando se trata de administrar recursos finitos, principalmente públicos. E ainda mais no cenário econômico atual. Apenas para se ter uma ideia o repasse do FPE [Fundo de Participação dos Estados] para Paraíba foi 522 milhões de reais a menos do que estava previsto nestes últimos quatro anos. Mesmo conhecendo as carências históricas, ainda assim será necessário conter despesas e maximizar receitas. Essa será a pisada até vislumbrarmos um cenário menos nebuloso, uma luz mais intensa no fim do túnel”, declarou.

Durante a leitura da mensagem o governador não quis apresentar projeções para o segundo mandato. “Dispomos de quatro anos para discorrer sobre as minúcias das aplicações em cada área, sem a necessidade de reducionismos ou omissões, sabendo que cada centavo estabelecido no orçamento anual deve ter a devida atenção e cuidado de todos nós, dentro ou fora do governo”.

O governador também garantiu a entrega de algumas obras durante o primeiro semestre de 2015. Ele citou a Vila Olímpica Parahyba, três escolas técnicas, um Centro de Formação de Professores em Campina Grande, a adutora de Pocinhos e São José da Mata, a nova Barragem de Camará, entre outras.

Depois de um primeiro mandato enfrentando uma série de turbulências na relação com o Legislativo, Ricardo encerrou a mensagem aos parlamentares pedindo união entre os poderes. “Ser autônomo não significa ser contrário. Estar de acordo, desde que seja em favor da Paraíba, não significa ser mais fraco. Trabalhemos em conjunto. E vejamos a força insuperável que brotará desta unidade”, pontuou.


A terceira sessão preparatória para início da 18ª legislatura estava marcada para às 14h30, mas começou com um atraso de mais de 40 minutos. Apenas por volta das 15h15, o novo presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), e o governador fizeram juntos a revista às tropas militares. Depois disso eles e os demais deputados seguiram para o plenário.

Antes da leitura da mensagem de Ricardo Coutinho, Adriano Galdino falou, emocionado sobre a vitória na eleição de domingo (1º). “A vida para mim nunca foi fácil, sempre pulei porteiras e enfrente obstáculos. Minha história é uma história de luta. Eu vou honrar essa cadeira e dar minha contribuição para que a gente possa construir uma Paraíba melhor”, afirmou.

Fonte: Jornal da Paraíba