VEJA AS NOVIDADES

18 de maio de 2015

As misteriosas luzes de Ceres parecem estar se multiplicando.

Ainda não se sabe exatamente o que são aquelas misteriosas manchas brancas em Ceres, mas parece que estamos próximos de uma explicação.  As últimas imagens da sonda Dawn, tiradas a meros 13.400 quilômetros de distância do planeta anão Ceres, revelam que há mais manchas ao redor do par de manchas primeiramente visualizados.


“Os cientistas da Dawn agora podem concluir que o intenso brilho destas manchas é devido ao reflexo da luz solar em material altamente refletivo na superfície, possivelmente gelo“, disse Christopher Russell, investigador principal para a missão Dawn, da Universidade da Califórnia em Los Angeles.


Recentemente Dawn concluiu sua primeira órbita científica, fazendo uma volta completa de 15 dias ao redor de Ceres, enquanto agregava dados com seu conjunto de instrumento.  No sábado passado, 9 de maio, seu motor de ion foi ligado uma vez mais, a fim de baixar a sonda para sua segunda órbita científica, na qual ela entrará em 6 de junho.  Naquela data, a sonda irá ficar a somente 4.400 km da superfície de Ceres e dará início a um mapeamento completo da superfície.  Os cientistas também esperam que esta órbita revele pistas sobre as atividades geológicas que lá ocorrem.

Não há dúvida de que muita coisa está ocorrendo em Ceres.  Uma olhada naquelas rachaduras fornece pistas de estresses relacionados a impactos, ou algum tipo de expansão da crosta.


Felizmente, não teremos que esperar até o próximo mês para mais fotos.  A NASA planeja pausar a sonda por duas vez a caminho de sua segunda órbita, para que envie mais fotos.

Fonte: Ovni Hoje