VEJA AS NOVIDADES

7 de maio de 2015

O presidente da Agência Nacional de Águas (ANA) admite que situação no Nordeste é “extremamente” grave.

O presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu - que hoje deverá receber parte da bancada paraibana em Brasília -, traçou um panorama “absolutamente crítico” para a situação do abastecimento de água em 2015.


Em audiência pública na Câmara Federal, Andreu disse que o cenário dos principais reservatórios do País é muito pior que um ano atrás, e que este será um "ano extremamente grave" para o abastecimento humano.

O dirigente da ANA comentou que o período de estiagem começa agora, sem haver muito o que fazer em termos de gestão para gerenciar a crise.

Alerta do presidente da ANA: o Nordeste deve se preparar para a pior situação já vista na série histórica dos últimos 84 anos.

- A situação do Nordeste é extremamente grave, porque estamos no fim da quadra chuvosa. A recuperação entre fevereiro e maio, no período de acumulação de água, está muito baixa ou até negativa. Não houve acúmulo para abastecimento de água - diagnosticou.

Com informações do Jponline e Agência Câmara