VEJA AS NOVIDADES

20 de junho de 2015

Facebook criou app leve por brasileiro usar celular 'simples', diz diretora.

Camila Fusco é diretora de empreendedorismo do
Facebook América Latina
O novo aplicativo lançado pelo Facebook no Brasil é direcionado a celulares mais simples e com velocidades de internet mais baixas. A informação é da diretora de empreendedorismo do Facebook para a América Latina, Camila Fusco, que esteve em Piracicaba (SP) para ministrar uma palestra sobre pequenas empresas na rede social. 

Segundo ela, a empresa avaliou que os brasileiros precisavam de um app para aparelhos menos sofisticados.

“Na verdade, quando a gente olha para este tipo de produto, olhamos para lugares com grande potencial de ter aparelhos que tenham aquela necessidade de tecnologia”, disse Camila.
O Facebook Lite é voltado apenas para aparelhos que possuam o sistema operacional Android. A ideia é ser mais "leve" para não consumir tanta bateria.

Lançado no Brasil na terça-feira (16), o Lite pode ser baixado com uma versão para funcionar com conexões de baixas velocidades. Ele possui as principais funções da rede social, como o News Feed, a atualização de status, fotos e notificações, mas o aplicativo consome menos dados do pacote de internet.

“É um aplicativo mais leve. A questão não é reduzir as funcionalidades. É pensar em oferecer uma experiência mais leve, que consuma menos bateria e menos créditos as pessoas. A ideia deste aplicativo tem haver com o tipo de aparelho que o usuário possui e com a conexão que ele tem disponível naquele lugar ”, explicou Camila. Por outro lado, o programa não suporta vídeos e serviços avançados de localização.

'Celulares de transição'


Em 2014, as vendas dos chamados “celulares de transição”, aparelhos intermediários entre os mais simples e os sofisticados, aumentaram. O modelo Moto G, por exemplo, foi o mais vendido no Brasil durante o ano passado, o que fez a Motorola crescer 118% e ficar com 18% do mercado de dispositivos móveis do país, atrás da Samsung.

No entanto, segundo a diretora, a rede de internet brasileira não é ruim. “Como nós sabemos, os smarthphones estão crescendo no Brasil, mas ainda tem uma base muito grande de aparelhos mais antigos. Quando o Facebook pensa em um produto, ele pensa em como oferecer a melhor experiência para o usuário”, informou.

O Lite

Com 256 kilobyte, o Facebook Lite não chega nem a 1 Megabyte. Isso faz tanto a instalação quanto o carregamento do app serem rápidos. Para comparar, a versão mais carregada do Facebook é quase 300 vezes mais pesada, com 70 MB.

O novo app foi lançado em janeiro deste ano para África do Sul, Bangladesh, Nepal, Nigéria, Sri Lanka, Vietnã e Zimbábue. Agora é a vez do Brasil.

Fonte: G1