VEJA AS NOVIDADES

11 de agosto de 2015

Campanha coleta assinaturas para que escolas tenham velocidade de 10 mega de internet.

Uma iniciativa que tem como objetivo a universalização da internet rápida em todas as escolas públicas brasileiras, buscando tornar possível o uso de tecnologias da educação em salas de aula, vem coletando assinaturas para que as unidades de ensino tenham velocidade de 10 mega de internet até 2016. O movimento chama atenção para o fato de que, além da infraestrutura, é necessário que haja uma velocidade mínima para que a rede possa ser usada por todos os alunos no processo de aprendizagem.


A mobilização vem sendo desenvolvida pela Fundação Lemann e Instituto Inspirare, em parceria com o Instituto de Tecnologia & Sociedade e a rede de mobilização Nossas Cidades. 

“A internet rápida democratiza o acesso a recursos pedagógicos de qualidade e promove a personalização, permitindo que alunos com diferentes perfis aprendam no seu ritmo e a partir de seus interesses e necessidades”, afirma Anna Penido, diretora do Instituto Inspirare. 

O movimento espera impactar o governo federal com a assinatura, até o final deste ano, de um compromisso formal por internet rápida em todas as escolas públicas brasileiras. “Se não houver uma iniciativa neste sentido, a tendência é um aumento das desigualdades existentes na educação brasileira, já que somente parte das escolas tiveram a rápida introdução de tecnologias digitais conectadas à internet”, conta o diretor executivo da Fundação Lemann, Denis Mizne.

Um mapeamento técnico encomendado pelo movimento mostra que, de acordo com dados do Censo Escolar de 2013, das 190.706 escolas incluídas no levantamento, apenas 58% delas (11.053) possuem acesso à internet, índice que cai para 48% se levarmos em conta as que dispõem de banda larga. 

Para participar da campanha ‘Internet na Escola’, os interessados devem acessar o site oficial do movimento. No endereço eletrônico é possível realizar um teste gratuito online que permite a alunos, professores e gestores escolares identificar a velocidade de conexão já disponível nas respectivas escolas, enviar e-mail para a Presidência da República pedindo a assinatura do compromisso público por 10 mega de internet em todas as escolas, além de compartilhar informações para ajudar na mobilização de toda a sociedade. A campanha conta também com uma página no Facebook onde é possível curtir e acompanhar todas as informações e ações relacionadas ao tema.

Fonte: Portal Correio