VEJA AS NOVIDADES

22 de dezembro de 2015

Mulher morre por overdose de paracetamol ao tentar tratar dor de ouvido.

Uma jovem morreu por tomar uma dose acidental de paracetamol, tentando tratar uma simples dor de ouvido.

Rebecca Jeffs, de 31 anos, tomou uma quantidade excessiva de comprimidos, causando danos fatais em seus pulmões.

Ela foi encontrada no apartamento de seu parceiro, em Westhought, na Inglaterra, dois dias depois de ter sido receitada a tomar antibióticos.
O patologista Patrick Waugh realizou testes que mostraram que os pulmões de Rebecca estavam pesados e danificados e seu fígado estava congestionado.

A mulher já havia sido tratada no hospital por conta de overdoses acidentais de pílulas para dormir, previamente prescritas. Sua mãe, Elizabeth Carter, disse em audiência que sua filha fazia automedicação. "Ela estava morando com alguém que estava lhe dando medicação comprada na internet e tomava de 30 a 50 comprimidos por dia. Então, ela se mudou para cá e não tinha nenhum acesso à internet. Eu costumava dar-lhe um por noite. Ela tinha acabado de ajeitar sua vida”, revelou a mãe.

“Eu me lembro de sentar e conversar sobre seus problemas, nas internações anteriores, mas a história continuou. Ela estava se sentindo muito mal e queria se livrar da dor abdominal. Tentamos chegar ao fundo da dor, mas não obtivemos uma resposta definitiva. Eu me senti muito triste por não termos sido capazes de ajudá-la”, disse Salil Singh, médico consultor no Royal Hospital Bolton.

O legista Simon Jones disse: "O que está claro é que ela tinha um número de admissões por overdoses acidentais resultantes por altas doses de paracetamol para controlar a dor. O quão ruim eram as dores não podemos saber”.