VEJA AS NOVIDADES

5 de janeiro de 2016

Edição 2016 do Bloco Picolé de Manga é cancelada em João Pessoa.


Banner de 2015
A organização do bloco pré-carnavalesco 'Picolé de Manga', um dos maiores que desfilam no Projeto Folia de Rua, na semana que antecede o Carnaval, divulgou ontem segunda-feira (4) que a edição 2016 do bloco foi suspensa. Segundo os organizadores, o motivo da suspensão é a crise econômica nacional.

A medida foi anunciada por Lucélio Cartaxo, irmão do prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo, e um dos fundadores e organizadores do bloco.
Além do Picolé de Manga, o bloco infantil 'Dindin de Manga' também não desfilará em 2016. A decisão já foi comunicada ao presidente do Folia de Rua, Antônio Toledo.

Em nota, os organizadores comunicaram que a decisão foi tomada após uma série de reuniões e que o Picolé de Manga não deixará de existir porque faz parte das tradições de Carnaval de João Pessoa e integra o calendário festivo da cidade há 23 anos. 

Em 2015, o bloco completou 22 anos e o estandarte foi confeccionado pelo artista plástico Dadá Venceslau.

Todos os anos antes do desfile, o público participa de uma degustação do picolé de manga gigante no Cordão Encarnado, bairro que é o berço do bloco. O doce foi considerado, na edição de 2013, o maior picolé do país pela empresa RankBrasil, com 2,73 metros de comprimento e 227,1kg. Em 2015, o picolé de manga teve 2,70 metros e pesou 300kg, segundo a empresa fabricante.

Fonte: G1 Paraíba