VEJA AS NOVIDADES

11 de janeiro de 2016

Empresas vão investir R$ 4,5 bilhões na Paraíba e ações chegam ao interior e ao Vale do Paraíba.

O ano de 2016 marcará a consolidação de investimentos importantes para impulsionar a economia paraibana. O novo Terminal de Múltiplos Usos (TMU), em Cabedelo, e o maior estaleiro de reparos de navios do Hemisfério Sul, em Lucena, são exemplos de empreendimentos que apontam para um futuro mais promissor e menos pessimista, um contraponto ao cenário presenciado pelo Brasil diante das crises econômica e política.


Além disso, o Governo aprovou em 2015 a concessão de incentivos a empresas que investirão R$ 4,5 bilhões e devem gerar mais de 7 mil empregos a partir deste ano. A estimativa é baseada nos incentivos fiscais, locacionais e protocolos de intenções firmados entre as empresas e a Cinep - Companhia de Desenvolvimento da Paraíba. Em 2015, foram incentivados 41 empreendimentos.

Rumo ao interior

A maior parte dos investimentos atraídos pela Paraíba em 2015 está concentrada na Grande João Pessoa, Zona da Mata Sul e Campina Grande. Entretanto, no ano passado, também foram incentivados negócios em Cajazeiras, Patos, Catolé do Rocha, Guarabira, Gurinhém, Itaporanga, Itabaiana e Pocinhos.

De acordo com a presidente da Cinep, uma das metas para seguir impulsionando a economia do estado é consolidar ações importantes para o desenvolvimento de municípios do interior. Em Itaporanga, por exemplo, o Governo do Estado restaurará o Centro de Comercialização. Em um espaço de 720 metros quadrados, as empresas poderão expor seus produtos ao público da região e elevar o faturamento. A obra está em fase de licitação e será entregue no segundo semestre deste ano.

“Nossos projetos incluem a revitalização dos distritos industriais e outros equipamentos em importantes polos do interior para garantir a infraestrutura adequada para a instalação de novos empreendimentos que gerem emprego e renda à população”, destacou.

Estaleiro terá capital norte-americano

Outro investimento importante em andamento é a construção do estaleiro do grupo norte-americano McQuilling Services Company, em Lucena, no Litoral Norte. As obras devem começar até o final deste ano. A licença ambiental para a construção já foi expedida, marcando o primeiro passo para a implantação de um dos maiores investimentos privados instalados no estado.

Através de uma parceria público-privada (PPP), o Porto de Cabedelo terá sua capacidade operacional duplicada com a construção do Terminal de Múltiplos Usos (TMU). O investimento é fruto de uma joint venture (empreendimento conjunto) entre a empresa paraibana Marlog Logística e o grupo português Mota-Engil.

Atualmente, o projeto aguarda a liberação das licenças ambientais e da área junto à Secretaria dos Portos, em Brasília. Após a concessão das autorizações, os investidores esperam iniciar a construção do empreendimento este ano e as obras devem ser concluídas em aproximadamente 18 meses.

Os investidores completarão ainda projetos da dragagem de aprofundamento do canal de acesso e da bacia de evolução do Porto de Cabedelo para 11 metros de profundidade. Serão realizados também programas de qualificação profissional para que o empreendimento absorva a mão de obra local.

Fonte: Correio da Paraíba