VEJA AS NOVIDADES

2 de fevereiro de 2016

Polícia recupera em Pernambuco carga roubada de cerveja na Paraíba.

Duas pessoas foram presas e uma carga de mais de 3.200 caixas de cervejas foi recuperada durante uma operação da Polícia Civil para desarticular um grupo suspeito de roubar cargas de veículos na Paraíba. 

De acordo com o delegado de Roubos e Furtos de Veículos de João Pessoa, Nélio Carneiro, a carga havia sido roubada na cidade de Santa Rita, na sexta-feira (29). A carga recuperada foi avaliada em cerca de R$ 130 mil e R$ 150 mil.


A operação aconteceu na cidade de São Lourenço da Mata, em Pernambuco, entre a noite do sábado (30) e a manhã do domingo (31). Os detalhes da operação foram divulgados na manhã desta segunda-feira (1º), durante uma entrevista coletiva na Central de Polícia de João Pessoa.

“Na sexta, o motorista do caminhão com a carga saiu de João Pessoa com destino a Natal. Em um trecho de Santa Rita, ele foi abordado por cinco pessoas armadas com armas de grosso calibre. Eles roubaram a carga e levaram para Pernambuco”, explicou. Segundo o delegado, a carga possuía rastreador, o que facilitou o trabalho da polícia. “Após o roubo, disponibilizamos uma equipe e em parceria com a Polícia Civil de Pernambuco articulamos para realizar a operação e ao chegarmos no local onde a carga estava, recuperamos cerca de 80% do total que foi roubado. Os suspeitos foram presos no local”, disse.

De acordo com a Polícia Civil, o crime foi planejado com antecedência e o local onde a carga foi encontrada já estava preparado para receber o produto. “Um dos suspeitos presos já tinha locado o galpão e reservado para receber a carga. Ele foi adquirido com esta finalidade específica”, afirmou o titular da delegacia de Roubos e Furtos de Veículos.

Carneiro explicou ainda que esta foi a terceira vez que a mesma empresa foi alvo deste tipo de roubo. As investigações sobre a quadrilha se aprofundaram após o segundo caso, quando um padrão foi notado. “Já registramos outros eventos deste tipo no mesmo local, entre Santa Rita e Mamanguape. Acreditamos que com esse trabalho, nós desarticulamos uma quadrilha que vinha atuando aqui e levando as mercadorias para o Rio Grande do Norte e Pernambuco. Outras pessoas ainda podem ser presas. A quadrilha é grande e envolve não só os que participam efetivamente do roubo, mas também os comerciantes que recebem a mercadoria”, concluiu o delegado.

Fonte: G1 Paraíba