VEJA AS NOVIDADES

13 de abril de 2016

Eleições para reitoria da UFPB acontecem nesta quarta-feira.

Mais de 41,9 mil pessoas, entre servidores, professores e alunos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) devem votar nesta quarta-feira (13) na eleição da reitoria da instituição. Quatro chapas estão homologadas para a disputa dos cargos de reitor e vice-reitor da UFPB. A votação teve início às 8h e segue até as 21h, em todos os campi da instituição. O processo de votação e a totalização dos votos vão ser feitos por meio de urnas eletrônicas fornecidas pelo Tribunal Regional Eleitoral.


No pleito, concorrem Luis de Sousa Junior e Terezinha Domiciano Dantas Martins (chapa 1); Margareth de Fátima Melo Diniz (que disputa a reeleição) e Bernardina Maria Juvenal Freire de Oliveira (chapa 2); José Francisco de Melo Neto e Ivonaldo Neres Leite (chapa 3); e Valdiney Veloso Gouveia e Viviany Silva Araújo Pessoa (chapa 4).

Para ser eleita, a chapa deve conseguir mais de 50% do total de votos. Caso isso não aconteça, um segundo turno está previsto para ser realizado no dia 27 de abril, com as duas chapas mais votadas.

Os alunos, professores e servidores precisam apresentar um documento oficial de identificação para participar da votação. Aposentados e estudantes afastados não poderão votar. Os funcionários da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) também não devem votar, conforme uma decisão da Justiça Federal da Paraíba.

Propostas das Chapas

Os candidatos concorrentes aos cargos de reitor falaram, em entrevista à TV Cabo Branco, sobre as prioridades e metas da gestão, caso sejam eleitos:

“A grande prioridade, que toda a comunidade deseja, é a conclusão das mais de 50 obras paralisadas nesse exato momento, que deveriam estar à serviço do ensino, da pesquisa e da extensão. De forma imediata, vamos trabalhar os recursos, os projetos, para concluir todas essas obras no menor tempo possível”, disse o candidato da chapa 1, Luis de Sousa Júnior.

A atual reitora da instituição, Margareth Diniz, candidata pela chapa 2, explica que pretende consolidar o trabalho de ordenamento acadêmico-administrativo feito ao longo da gestão. “Vamos dar os devidos encaminhamentos para que a universidade, nas suas áreas de ensino, pesquisa, extensão, inovação tecnológica e empreendedorismo, possa entregar à sociedade, profissionais competentes”, comentou.

Candidato pela chapa 3, José Francisco de Melo Neto afirma que o foco da gestão é melhorar a infraestrutura da universidade. “A minha prioridade será primeiro resolver o problema da eletricidade no nosso campus [João Pessoa]. Em seguida vamos atuar para resolver o problema da internet. E nós nos colocamos como a humanização da UFPB”, pontuou.

Já o professor Valdiney Veloso Gouveia, candidato pela chapa 4, diz que pretende buscar uma abertura para a inciativa privada, mas sem desconfigurar a administração pública. “Que possamos reconstituir o centro tecnológico, que possamos fazer com que os centros cresçam, que haja uma descentralização da gestão. E que a UFPB possa ser uma das maiores do Nordeste, uma das maiores do Brasil”, declarou.

Fonte: G1 Paraíba