VEJA AS NOVIDADES

24 de maio de 2016

RECALL: FORD CONVOCA RANGER POR FALHA NO SISTEMA DE FREIOS.

A Ford convocou nesta terça-feira um recall de 1.467 unidades da nova Ranger devido a uma falha de fabricação que afeta o sistema de freios. O reparo atinge picapes modelos 2016 e 2017, fabricadas entre 23 de novembro de 2015 e 9 de maio de 2016. A picape foi reestilizada no final de março e tem preços entre R$ 99.500 e R$ 118.500 nas configurações com motor flex. Já a Ranger diesel varia de R$ 129.900 a R$ 179.900.
Segundo a montadora, as unidades chamadas para o reparo gratuito podem apresentar "desconexão entre a haste do freio e a haste de acionamento do hidrovácuo do freio". 

Assim, a picape terá sua capacidade de frenagem reduzida, aumentando o risco de acidentes com lesões aos passageiros e até a pessoas que estão fora do carro.Para reverter o problema, a Ford irá "adequar a montagem do pino da trava que conecta a haste do pedal de freio à haste de acionamento do hidrovácuo do freio. Os proprietários da nova Ranger devem entrar em contato com a empresa pelo telefone 0800 703 3673.

 Chassis envolvidos

Modelos 2016 chassis (8 últimos dígitos) de GJ367909 até GJ399843.
Modelos 2017 chassis (8 últimos dígitos) de HJ402571 até HJ421586.


 Recalls da Ford

Esta é a primeira convocação de recall da Ford no ano, mas em 2015 ela foi a quarta montadora que mais carros chamou de volta às oficinas. No total, foram 237.795 unidades, conforme levantamento realizado por Autoesporte. Em fevereiro, a própria Ranger foi convocada, quando 7.996 unidades apresentaram defeito no sistema de combustível. Em julho foi a vez de outros 14.730 unidades do Fusion serem diagnosticados com falha no sistema de direção. Em setembro, a Ford convocou seu maior recall, quando 215.069 unidades dos modelos New Fiesta, EcoSport e Fusion apresentaram falha no sistema de fechamento. Conforme exigido por lei, os reparos são gratuitos e não têm data limite para serem feitos. Se você for dono de algum dos modelos listados, confira os detalhes das convocações nos links do box ao lado.

Direitos do consumidor


O Procon-SP orienta a todos os consumidores envolvidos em campanhas de chamamento a exigirem o comprovante de que o serviço de reparo tenha sido realizado. O documento deve ser conservado e repassado adiante em caso de venda. O direito ao reparo gratuito também é garantido aos proprietários de veículos que foram comercializados mais de uma vez.

Os veículos que não atenderem ao recall e forem reparados em até 12 meses trarão a informação do não atendimento no campo "observações" do próximo Certificado de Registro e Licenciamento (CRLV), conforme determinado pela Portaria Conjunta nº 69 de 15/12/2010, da Secretaria de Direito Econômico e do Diretor do Departamento Nacional de Trânsito.

Fonte: Revista Auto Esporte