VEJA AS NOVIDADES

13 de junho de 2016

Condenado pelo assassinato de Aryane Thays se entrega em presídio de João Pessoa.

O bacharel em Direito Luiz Paes de Araújo Neto, condenado pelo assassinato de Aryane Thays Carneiro de Azevedo, se entregou às 17h desta segunda-feira (13) no presídio Sílvio Porto, no bairro de Mangabeira, na Zona Sul de João Pessoa, unidade onde ele deve cumprir 17 anos e seis meses de prisão. 

Luiz Paes já havia tido a prisão preventiva decretada pela Justiça. De acordo com o advogado dele, Genival Veloso, Paes havia desistido, em um primeiro momento, de se apresentar nesta segunda por conta da presença de familiares da vítima e da imprensa na porta do Fórum Criminal de João Pessoa.
Após o anúncio da desistência, conforme explicou Veloso, os focos foram desviados e o acusado pôde se entregar sem tumultos.

“Ele se entregou na minha companhia e do oficial de Justiça sem qualquer problema. A família dele é de bem e achou melhor que ele se entregasse logo para não ser apontado como foragido”, explicou o advogado.

A condenação de Luiz Paes foi do Conselho de Sentença do 1º Tribunal de Júri de João Pessoa, em setembro de 2013. Durante cerca de três anos, o condenado recorreu da sentença nos tribunais paraibanos e em Brasília, mas teve todos os pedidos negados.

Crime

O corpo de Aryane Thays foi encontrado na manhã do dia 15 de abril de 2010, às margens da rodovia BR-230, em João Pessoa. Segundo a Polícia Civil, a estudante foi achada por testemunhas seminua. À época, o Ministério Público disse que a vítima foi deixada despida para tentar confundir a investigação policial.

Fonte: Portal Correio