VEJA AS NOVIDADES

1 de agosto de 2016

Menino de sete anos é feito refém pelo próprio pai, em Campina Grande.

Um menino de sete anos foi mantido refém pelo próprio pai, nesse domingo (31), em uma casa no bairro da Ramadinha, Zona Oeste de Campina Grande. Após quatro horas de negociação, o suspeito libertou o filho e se entregou à polícia. A criança não sofreu ferimentos.

Segundo a Polícia Militar, tudo começou à tarde, quando uma viatura flagrou o pai do menino em atividade suspeita no bairro José Pinheiro. Policiais tentaram realizar abordagem, mas ele fugiu em um carro.
Houve perseguição policial e o suspeito só parou quando chegou à sua casa.

Ele entrou na residência e fez uma mulher e duas crianças reféns. Conforme a polícia, outro homem deu cobertura ao cárcere privado. A casa foi cercada e profissionais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) acionados para atuar na negociação com os suspeitos. Após uma hora, o cúmplice no crime se entregou, libertando a mulher e uma criança. O outro suspeito, no entanto, seguiu fazendo o filho refém por mais três horas. Já era noite quando ele libertou o menino e se entregou. A polícia apreendeu com o suspeito uma pistola e munições calibre 38 e ponto 40. 

Ainda conforme divulgado pela Polícia Militar, o pai da criança tem vários antecedentes criminais. Ele é suspeito de ter participado de um ataque a uma Unidade de Polícia Solidária (UPS) no dia 23 de julho e já teria cumprido pena em um presídio por outros crimes. Além disso, o carro usado por ele nesse domingo tinha placas clonadas. 

Fonte: Portal Correio