VEJA AS NOVIDADES

30 de janeiro de 2017

REFUGIADOS E IMIGRANTES: EUA permitem a entrada de 170 dos 7 países barrados por Trump

Os donos de "Green Card", a permissão de residência permanente nos Estados Unidos, que pediram uma exceção ao decreto migratório do presidente Donald Trump receberam uma resposta positiva, afirmou o governo americano.

"Todas as pessoas que solicitaram uma exceção por conta do Green Card a receberam", disse uma fonte do governo.


Ele disse que 170 pessoas com Green Card haviam solicitado a exceção até domingo.

O decreto assinado na sexta-feira (27) pelo presidente republicano proíbe a entrada de refugiados nos Estados Unidos por 120 dias e o ingresso de cidadãos de sete países de maioria muçulmana - Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen - por 90 dias.

As mensagens foram contraditórias desde sexta-feira a respeito da situação dos cidadãos dos sete países que possuem o documento de residência permanente nos Estados Unidos e que se encontram no exterior.

No sábado, a Casa Branca explicou que estas pessoas deveriam solicitar uma exceção caso por caso para poder retornar. No domingo, o governo informou que todas as pessoas nesta situação dispõem de uma exceção.

O secretário de Segurança Interna, John Kelly, afirmou no domingo que a admissão de pessoas com Green Card no país era de "interesse nacional" e estava prevista uma exceção no texto do decreto assinado na sexta-feira.

As pessoas com Green Card "poderão embarcar em aviões com destino aos Estados Unidos", afirmou o Departamento de Segurança Interna.

"A entrada destes indivíduos, sob condições de comprovação de segurança, é do interesse nacional. Em consequência, antecipamos entradas rápidas para estes indivíduos".

Mas a administração não explicou se os viajantes devem pedir sempre a exceção antes de viajar, nem o procedimento foi anunciado.

Companhias aéreas e autoridades locais impediram no fim de semana que algumas pessoas embarcassem em voos para os Estados Unidos.

Fonte: Globo