12 de maio de 2017

PRISÃO: Servidor do Detran-PB e mais cinco pessoas são presas em nova etapa da Operação Gabarito.

A Polícia Civil da Paraíba confirmou, na manhã desta sexta-feira (12), a deflagração de mais uma etapa da Operação Gabarito, que investiga fraudes em concursos públicos.

Segundo superintendente da Polícia Civil na Paraíba, Marcos Paulo Vilela, seis pessoas foram presas e levadas para prestar esclarecimentos à Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), na Central de Polícia, no bairro do Geisel, em João Pessoa.


Ele informou que entre os presos estão funcionários públicos, mas não quis dar detalhes sobre a identidade dessas pessoas, nem sobre a suposta participação delas no esquema criminoso.

Porém, conseguiu apurar que um dos presos é servidor do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB).  A informação foi confirmada pelo advogado dele, Iarley Maia, que alegou inocência do cliente.

Segundo a defesa, o servidor seria amigo de um dos membros da quadrilha presa no último fim de semana, mas não tem envolvimento com a prática criminosa.

A polícia só vai emitir pronunciamentos oficiais sobre a operação em coletiva de imprensa marcada para a próxima segunda-feira (15).

Entenda o caso

Dezenove pessoas foram presas no último domingo (7) suspeitas de envolvimento em quadrilha responsável por fraudes em concursos municipais, estaduais e federais.

Segundo o delegado Lucas Sá, que comandou as investigações, o esquema funcionava desde 2005 e estima-se que mais de 500 pessoas tenham sido beneficiadas com fraudes em pelo menos 60 concursos em vários estados do país. Na Paraíba, a suspeita é de que 20 concursos tenham sido fraudados, totalizando cerca de 200 aprovados ilegalmente.

Ainda conforme as investigações, pelo menos R$ 18 milhões já teriam sido lucrado pela quadrilha.  

Fonte: Portal Correio