15 de maio de 2017

ROUBO DE ÁGUA: Drones auxiliam fiscalização de rios e açudes na Paraíba.

A Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) da Paraíba agora conta com dois drones com tecnologia de filmagem 4k - duas vezes melhor que o Full HD - e alcance médio de seis quilômetros, para a fiscalização de açudes e rios. 

A ação é uma medida contra a retirada ilegal de água desses locais.


A Aesa já utiliza drones para a fiscalização de açudes e rios pois tem parceira com a Polícia Ambiental, que dispõe do equipamento. O presidente da Aesa, João Fernandes da Silva, defende que “com nossos [da Aesa] próprios equipamentos poderemos intensificar as inspeções e ampliar a área de monitoramento coibindo a retirada irregular de água dos nossos rios e açudes”.

Os aparelhos ainda têm autonomia de 25 minutos com cada bateria, estabilizadores de imagem de três eixos e 24 núcleos processadores de alto desempenho.

Outorga

A Aesa reforça que a retirada de água de rios e açudes requer uma autorização especial, conhecida por outorga. “É importante lembrar que existe uma legislação que regulamenta o uso dos recursos hídricos. Antes de perfurar um poço, iniciar projetos de irrigação, piscicultura [criação de peixes] e carcinicultura [criação de crustáceos], é preciso solicitar uma autorização na Aesa”, acrescentou João Fernandes.

Fonte: G1 Paraíba