22 de junho de 2017

INDICE DE VIOLÊNCIA: Prefeito de Bayeux resolve não autorizar construção de presídio federal na cidade.

Alegando que quer ficar do lado da vontade da maioria da população, o prefeito Berg Lima (PTN), de Bayeux, na Grande João Pessoa, resolveu não mais autorizar a construção de um presídio federal na cidade. A informação foi confirmada ao Portal Correio pelo coordenador de Comunicação Social da Prefeitura, Nelson Nóbrega.

Apesar de requisitos atendidos, como proximidade com aeroporto, fácil lotação de servidores, fácil logística de escoamento e recepção de presos de outras localidades e baixa solução de engenharia para a construção da unidade, a construção não foi aceita por grande parte da população.

O presídio comportaria até 208 detentos.

“O prefeito deixou amadurecer essa questão e viu que o povo não quis”, disse Nelson.

Um dos problemas que a população de Bayeux apontou como justificativa para ficar contra o projeto é o de que a instalação da unidade prisional supostamente contribuiria para o aumento de índices de violência no município. De acordo com Nelson Nóbrega, a gestão municipal não chegou a observar como é a realidade de outras cidades que têm presídios federais.

Com relação aos empregos que seriam gerados, Nóbrega afirmou que estes não beneficiariam a população local. “Seriam empregos federais, com profissionais concursados remanejados de outras regiões”, declarou o coordenador, acrescentando que os moradores de Bayeux só seriam contemplados com criação de empregos durante a construção do presídio.

No que diz respeito ao terreno que abrigaria as dependências do presídio, a Prefeitura Municipal ainda não definiu o que será feito. “Estamos abertos a negociações”, concluiu Nelson Nóbrega.

Fonte: Portal Correio