VEJA AS NOVIDADES

9 de novembro de 2017

COMBUSTÍVEIS: Gastos de prefeituras da PB com combustíveis daria para fazer 2,6 mil viagens ao Japão. Ingá e Pedras de Fogo entra na lista.

O Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) disponibiliza em seu site uma ferramenta para permitir o acompanhamento dos gastos das prefeituras com combustíveis ao longo do ano. Os dados referem-se às despesas realizadas em áreas como saúde, educação, urbanismo, administração, agricultura, assistência social, entre outras. O total de gasolina adquirida por dez prefeituras daria para realizar 1.328 viagens de ida e volta, em linha reta, de João Pessoa a Tóquio, no Japão.


Os números do TCE-PB mostram que as 10 maiores despesas com combustíveis no estado totalizam R$ 16.059 milhões. Esse valor daria para abastecer, por exemplo, 89.216 tanques de 50 litros, levando em consideração o litro da gasolina sendo vendido a R$ 3,60. O consumo médio considerado, nesse caso, foi de 10 quilômetros por litro.

De acordo com o levantamento, a Prefeitura de João Pessoa lidera o ranking com R$ 4,1 milhões gastos até o momento com combustíveis no ano. Já a prefeitura de Água Branca, no Sertão paraibano, a 309 quilômetros da Capital, é a que menos efetuou gastos com combustíveis, com R$ 74,9 mil.

Em 2º lugar entre as que mais gastam, aparece a Prefeitura de Campina Grande, no Agreste paraibano, com despesas de R$ 2,6 milhões.

As dez mais e as dez menos 

A Prefeitura de São Bento, no Sertão do estado, figura com o 3º volume de despesas com combustíveis, segundo o Tribunal de Contas. O levantamento mostra que lá foram gastos R$ 1,409 milhão. Completam o ranking dos maiores gastos as prefeituras de Cruz do Espírito Santo (R$ 1,314 milhão), Sousa (R$ 1,215 milhão), Ingá (R$ 1,166 milhões), São João do Rio do Peixe (R$ 1,155 milhão), Guarabira (R$ 1,091 milhão), Pedras de Fogo (R$ 1,007 milhão) e Catolé do Rocha (R$ 956 mil).

As dez prefeituras paraibanas com os menores gastos com combustíveis são Água Branca (R$ 74,9 mil), Igaracy (R$ 109,66 mil), Lagoa (R$ 146,47 mil), Mato Grosso (R$ 167,39 mil), São Sebastião de Lagoa de Roça (R$ 170,74 mil), Carrapateira (R$ 171,58 mil), Serraria (R$ 172,58 mil), Pirpirituba (R$ 179,02 mil), São José de Caiana (R$ 180,98 mil) e Cajazeirinhas (R$ 181,37 mil).

Fonte: Portal Correio