VEJA AS NOVIDADES

11 de dezembro de 2017

SECA: Com previsões de mais chuvas e transposição, efeitos da seca devem ser amenizados na Paraíba em 2018.

Se tudo ocorrer dentro do planejado, o ano de 2018 pode trazer um alívio em relação à seca na Paraíba. Com previsões de mais chuvas e os esperados efeitos da transposição do Rio São Francisco, a Agência Executiva de  Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) acredita que o sertanejo vai poder viver num ambiente mais favorável.


Só este ano, foram 196 municípios, dos 227, que tiveram decretada situação de emergência – que é um estágio anterior ao de calamidade – por causa da seca no Nordeste Setentrional que dura sete anos. “Temos esperança de que, no próximo ano, a gente tenha um inverno regular”, ressaltou o presidente da Aesa, João Fernandes. Ele informou que previsões isoladas de alguns meteorologistas indicam que o ano será melhor o que deve ajudar a amenizar os efeitos. “Mas não vai resolver porque precisamos recarregar os mananciais e adotar uma gestão mais eficiente”, salientou.

O presidente da Aesa comentou ainda sobre a conclusão das obras da transposição na Paraíba e alertou que, por enquanto, o projeto trás apenas segurança hídrica urbana.  “As pessoas têm que entender isso. Sobrando água pode-se colocar a serviço da produção. Até março do ano que vem a distribuição será feia gratuitamente. A gente tem que ter consciência de que essa água passa a ser paga e ter um custo”, acrescentou.

Ele ainda condiciou destinação das águas ao fato de chover “razoavelmente bem” em 2018.

Fonte: Blog do Gordinho