Pesquise uma matéria

27 de maio de 2018

COLETIVO: Frota de ônibus de JP sofre redução de 30% nesta segunda.

Quem depender de transporte público deve ficar atento. Nesta segunda-feira (28), os ônibus de João Pessoa terão redução de 30% na frota em circulação, decidido neste domingo (27), após assembléia realizada pelo Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP). A diminuição é 5% maior que a aplicada semana passada.

Já os trens urbanos seguirão com viagens sem alterações, informou a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU/JP). As balsas de Cabedelo também seguirão funcionando sem mudanças, com primeira viagem às 6h e a última às 19h.

Neste domingo (27), no Terminal Rodoviário Severino Camelo, em João Pessoa, só duas (Progresso e Total) das 12 empresas que realizam viagens interestaduais estavam vendendo passagens. As demais estavam fechadas ou fora de operação. Das que realizam viagens intermunicipais, somente uma (Real Bus) estava com guichê em funcionamento, mas não sabia se estaria aberta nesta segunda-feira para novas viagens.

A orientação é que o usuário busque as empresas com antecedência, uma vez que a dinâmica da venda de passagens pode mudar diariamente, dependendo do acesso ao diesel para abastecer a frota. Em contato com o Correio da Paraíba, o gerente do Núcleo dos Terminais, Reinaldo Brasil, disse que oficialmente somente 3 das 16 empresas estavam sem operação.

Aviação

Os aeroportos de João Pessoa e Campina Grande registraram, na manhã deste domingo (27), falta de combustível. De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), outros doze também estão com o mesmo problema no país. Nos terminais em que o abastecimento está indisponível, as aeronaves que chegarem só poderão decolar se tiverem combustível suficiente para a próxima etapa do voo.

Aos passageiros, a Infraero recomenda que procurem as companhias aéreas para consultar a situação de seus voos. Aos operadores de aeronaves, a empresa orienta que planejem seus voos de acordo com a disponibilidade de combustível na rota pretendida.

Fonte: Jornal Correio da Paraíba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário