Pesquise uma matéria

27 de maio de 2018

FACULDADES: Serviços de educação e saúde suspendem atividades na PB.

Devido à crise dos combustíveis ocasionada pela greve dos caminhoneiros, algumas instituições de ensino e também unidades de saúde da Paraíba suspenderam suas atividades para esta segunda-feira (28).

Em Campina Grande, a Universidade Estadual (UEPB) e Federal (UFCG), decidiram suspender as atividades acadêmicas das Instituições, incluindo estágios, concursos e seleções públicas. No caso da UFCG, os serviços que não estão suspensos são os oferecidos pelo Hospital Universitário e as atividades administrativas essenciais.


UFPB

A Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) decidiu estender para esta segunda-feira (28) a orientação de que professores e coordenações de ensino não realizem chamadas e atividades avaliativas e que chefias abonem o ponto dos servidores técnico-administrativos por atraso ou falta, devido aos desdobramentos da paralisação dos caminhoneiros.

IFPB e Unipê

O Instituto Federal da Paraíba (IFPB) também suspendeu aulas nos campus de João Pessoa, Cabedelo, Campina Grande, Patos, Itaporanga, Picuí, Cajazeiras, Guarabira, Princesa Isabel e Itabaiana. O Centro Universitário de João Pessoa (Unipê/JP) também não terá aulas na graduação e pós-graduação nesta segunda-feira (28).

Monteiro

A Prefeitura Municipal de Monteiro, no Cariri da Paraíba, emitiu um comunicado neste domingo (27), informando sobre o cancelamento das aulas nas escolas da rede municipal, em virtude da falta de combustível nos postos de abastecimento do município.

Em nota, a Secretaria de Educação, decidiu que as aulas ficam suspensas nesta segunda-feira (28) e terça-feira (29), sem prejuízo quanto ao cumprimento do calendário previsto para o ano letivo.

Lagoa Seca

Em Lagoa Seca, as atividades na rede municipal de ensino também estão suspensas nesta segunda-feira (28), porém apenas nas escolas onde os alunos necessitam de transporte para chegarem ao local. No caso das turmas de ensino médio, também estão canceladas as aulas nas turmas onde professores não moram na cidade e, portanto, necessitam de combustível para se deslocarem.

Para os alunos que moram em Lagoa Seca, mas estudam em Campina Grande, o transporte oferecido pela prefeitura da cidade está suspenso até a normalização do abastecimento.

Saúde

Também em Lagoa Seca, os serviços oferecidos nas Unidades Básicas de Saúde CAPS, CEO e NASF estão suspensos até a normalização do abastecimento de combustíveis nos postos da cidade.

Fonte: Portal Correio