Pesquise uma matéria

24 de maio de 2018

MAL EXEMPLO: Governador rejeita reduzir ICMS para baratear combustíveis: “Me poupem, eu tenho mais o que fazer”;

O governador Ricardo Coutinho rejeitou enfaticamente os pedidos de vários segmentos da sociedade para a redução do ICMS dos combustíveis que, na Paraíba, tem uma alíquota de 29%, uma das maiores do País. O governador ainda ironizou os pedidos, afirmando: “Me poupem. Pelo amor de Deus, eu tenho mais o que fazer. O Estado não aceita pegadinhas…”

E  acrescentou, atribuindo toda a culpa da alta dos preços ao Governo Federal: “Eles querer que paralisem os programas sociais para financiar o governo Temer? Imagine se os estados agora forem financiar o consumo de gasolina? Isso não existe. A gasolina tem que estar na conta da política equivocada, liberalizante e antipopular do Governo Federal.”


“Essa é uma responsabilidade do Governo Federal. Porque eles não cobram do Governo Temer do qual eles fazem parte. Por que o prefeito e outros não fazem uma crítica pública como estou fazendo? Não podem colocar um Estado massacrado, pobre e que não tira dinheiro da cartolinha. Vamos estudar e perceber as coisas para ter capacidade de entender o que está acontecendo no Brasil. O Estado tem vencido a crise com coragem, determinação e sem fugir dos debate”, arrematou.

Nas últimas horas, políticos de vários partidos têm pedido redução na alíquota da ICMS, como forma de baratear os combustíveis na Paraíba.

Fonte: Blog Helder Moura